Curso online de

Interação Medicamento-Alimento

120,00€

Duração: 30 horas
Preço (reais): R$ 532 | Preço (dólares): $ 137 QM

Áreas de formação: , .

Descrição do curso

Resumo

Os processos que ocorrem no organismo durante o processo de ingestão dos alimentos e medicamentos por via oral, podem ser responsáveis por interações e podem condicionar a eficácia do fármaco.

O alimento pode causar alterações nos efeitos farmacológicos ou na biotransformação do fármaco e este, por sua vez, pode modificar a utilização do nutriente, com implicações clínicas tanto na eficácia terapêutica medicamentosa como na manutenção do estado nutricional. Não menos importante é o estado nutricional do utente que também pode condicionar a eficácia do fármaco.

Os fármacos por sua vez possuem o potencial de interagir com nutrientes, podendo resultar na redução da eficácia da terapêutica farmacológica, aumento dos efeitos adversos, depleção de nutrientes específicos e alterações no estado nutricional. Como resultado deste tipo de interações surgem reações adversas e respostas farmacológicas variadas, e por isto é fundamental sensibilizar os profissionais de saúde para a importância de avaliar estas interações no processo de seguimento farmacoterapêutico com o objetivo de assegurar o sucesso terapêutico.

A interação entre fármacos e alimentos é um tema cada vez mais relevante na saúde, já que os alimentos são substâncias químicas diversificadas e constantemente disponíveis no organismo. Principalmente no que se refere às adversidades destas interações, é muito importante que os profissionais participem em programas educacionais e implementem procedimentos de prevenção e resolução de problemas.

A importância do conhecimento da causa e efeito da interação provocada pela presença de alimentos assume cada vez mais importância na obtenção da eficácia terapêutica desejada.

Para além das interações resultantes da ingestão de alimentos, existe outro tipo de influência que se deve ao tipo de hábitos alimentares, os quais se repercutem, a longo prazo, na capacidade de absorção de determinados fármacos.

Os alimentos também podem provocar alterações nos efeitos farmacológicos ou na biotransformação do fármaco e este por sua vez pode alterar a utilização do nutriente, com implicações clínicas tanto na eficácia terapêutica medicamentosa como na manutenção do estado nutricional. Assim, devem ser os profissionais de saúde a alertar a população acerca destas situações, melhorando a eficácia e o resultado do tratamento.

A alimentação mais deficiente, a menor atividade física, e as perdas de massa muscular aumentam o risco de carências nutricionais induzidas pelos fármacos.

Apesar do risco de ocorrência de reações adversas devido a interações medicamento-alimento ser reconhecido, é fundamental continuar a lutar pela sua prevenção e monitorização. Todos os profissionais de saúde devem conhecer as interações de modo a prevenir a sua ocorrência e a trabalhar em conjunto com outros profissionais.

Objetivos

Gerais:
– Demonstrar as possíveis interações entre alimentos e medicamentos;
– Identificar as implicações na farmacocinética e farmacodinâmica do fármaco;
– Relacionar a importância do estado nutricional na biodisponibilidade dos fármacos;
– Identificar os efeitos dos fármacos no estado nutricional;
– Identificar a principais interações fármaco-alimento.

Específicos:
Concluída a ação de formação, os e-alunos deverão ser capazes de:
– Compreender os aspetos gerais da cinética dos fármacos e alimentos;
– Identificar as interações que afetam a biodisponibilidade do fármaco;
– Identificar e descrever os diferentes tipos de interações que podem ocorrer;
– Relacionar o estado nutricional e a sua influência na biodisponibilidade dos fármacos e vice-versa;
– Identificar os grupos populacionais de risco;
– Identificar as interações nutriente-medicamento e medicamento-alimento;
– Sensibilizar os profissionais de saúde para a importância de valorizar estas interações.

Conteúdos Programáticos

1. Aspetos farmacológicos da interação medicamento-alimento
1.1 A farmacocinética
1.2 A Farmacodinâmica
1.3 Passagem de substancias exógenas através de barreiras fisiológicas
1.4 Aspetos gerais de digestão, absorção e utilização de fármacos
1.5 Efeitos dos alimentos na ação farmacológica

2. Interações que implicam diminuição/aumento do efeito farmacológico
2.1 Interações medicamentosas entre alimentos e o aparelho gastrointestinal
2.2 Interações físico-químicas
2.3 Efeitos dos alimentos sobre os medicamentos

3. Efeitos dos fármacos sobre o estado nutricional e estado nutricional vs. biodisponibilidade dos fármacos
3.1 Relação entre o estado nutricional e a absorção de fármacos
3.2 Os fármacos e o estado nutricional de um indivíduo

4. Interações medicamento-nutriente
4.1 Definição de interação fármaco-nutriente
4.2 Efeito dos fármacos nos nutrientes
4.3 Prevenção de interações entre fármacos e nutrientes
4.4 Interação entre fármacos e nutrientes decorrentes do uso de medicamentos de venda livre
4.5 Interações fármaco-nutriente
4.6 O papel das Instituições de Saúde

Metodologia

  • O curso encontra-se dividido por Unidades num formato cumpridor dos standards internacionais de e-learning;
  • O curso tem apoio de um e-formador ao qual poderá colocar as suas questões a qualquer momento;
  • O formando poderá aceder aos conteúdos do curso a qualquer hora do dia ou da noite, fins-de-semana e feriados, em função da sua disponibilidade, tendo apenas como restrição o ter de terminar o curso até ao último dia de formação;
  • O formando tem a possibilidade de efetuar o download de alguns materiais de formação para gravar no seu computador ou imprimir.

Destinatários

Nutricionistas, profissionais das ciências farmacêuticas e da área da saúde, profissionais com experiência relevante e interesse na área de formação.

Pré-Requisitos

Esta formação não exige qualquer conhecimento prévio do tema.

Avaliação

No modelo de e-learning o e-aluno tem a possibilidade de frequentar o curso e realizar as atividades nos dias e horários que desejar, desde que dentro dos prazos definidos para o curso.

A avaliação depende dos seguintes itens:
– avaliação obtida nos testes;
– classificação obtida nos desafios.

A conclusão da formação com Aproveitamento implica a obtenção de uma classificação final igual ou superior a 10 (dez) valores na nota de avaliação final, numa escala de 0 a 20 valores. A conclusão da formação com aproveitamento resulta na obtenção de um Certificado de Formação Profissional, emitido de acordo com os requisitos legais em vigor, que será enviado para a morada indicada pelo e-aluno até um prazo máximo de 15 dias após a conclusão da ação de formação.

Recursos Tecnológicos

– Para frequentar esta formação é necessário ter acesso a um computador com ligação estável à Internet e um browser (programa para navegar na web), como o Chrome, Safari, Firefox ou Internet Explorer.
– Não necessita de instalar quaisquer programas no seu computador para poder aceder à formação.
– Para aceder à plataforma é preciso ter o nome de utilizador e a respetiva senha, criados aquando da realização da inscrição e respetivo pagamento.

Pretende iniciar este curso imediatamente?

Contacte-nos!

Calendário da formação

MêsInício
Dezembro2018-12-19