O seu atual nível de produtividade é o resultado de pequenas ações, decisões e escolhas diárias aparentemente triviais.

Ao analisar os traços e comportamentos inerentes das pessoas bem-sucedidas, é fácil distinguir os hábitos mais óbvios que moldam o seu estilo de vida e garantem uma elevada produtividade e resultados surpreendentes.

No entanto, para além das atividades e hábitos diários mais evidentes destas pessoas bem-sucedidas, existem alguns que são muitas vezes negligenciados, já que parecem não ser tão significativos e surgem, por vezes, como um pouco estranhos e fora do comum.

Pequenos hábitos diários aparentemente inócuos podem não transmitir tanto a sensação de virem a exercer um impacto significativo no ritmo com o qual deseja atingir os seus objetivos. Contudo, são estes pequenos hábitos que contribuem drasticamente para elevado desempenho e eficiência – em suma, para melhores resultados.

Seguem-se os cinco hábitos mais negligenciados – e fora do comum – das pessoas bem-sucedidas:

Falam sozinhos

Apesar da crença generalizada de que só as pessoas loucas o fazem, o hábito de falar sozinho já demonstrou ser uma ferramenta poderosa para tomar decisões acertadas. As pessoas bem-sucedidas agem como se fossem as suas próprias consultoras. O falar consigo mesmo faz com que o seu cérebro funcione mais eficientemente. Sempre que tiver dúvidas experimente falar consigo mesmo em voz alta. Vai ajudá-lo a perceber o quão útil e relevante é a sua ideia.

Têm uma visão ampla

Sempre que iniciam um projeto, estas pessoas fazem-no com o fim em mente. Concentram-se nas recompensas e sabem o que querem. Em vez de duvidarem a cada etapa do processo, começam pelo fim e recorrem a indução retrospetiva: são capazes de criar imediatamente um mapa visual dos caminhos que têm de seguir para chegarem ao destino desejado. As pessoas bem-sucedidas definem de forma precisa o resultado que desejam primeiro, e depois começam a sua jornada para chegarem ao objetivo que pretendem alcançar.

Fazem muitas perguntas

Isto não significa que sejam estúpidas. Não significa que se encontrem permanentemente no modo de aprendizagem. São curiosas, interessadas, querem sempre saber mais e prestam atenção aos pormenores. Se não souberem algo, não vão hesitar a pedir uma explicação e solicitar uma resposta inteligente. Mesmo que a resposta a uma pergunta pareça óbvia, deve ser discutida e esclarecida.

Evitam dificuldades

Na verdade, as pessoas bem-sucedidas não são grandes fãs de entraves. Conseguem obter ganhos impressionantes porque estão dispostas a seguir por atalhos. Sabem que a porta da frente não é a única maneira para se chegar onde se quer. Há sempre a porta das traseiras. As pessoas bem-sucedidas são grandes inventoras de atalhos, que lhes permitem contornar as dificuldades muito mais facilmente e atingir os seus objetivos muito mais rápido.

Tomam nota de tudo

Literalmente tudo… As pessoas bem-sucedidas são grandes fãs de tomar notas. Existe demasiada informação para memorizar. Além disso, não adianta, nem é sequer necessário, armazenar demasiados factos e dados na cabeça. Sempre que têm uma nova ideia, dispensam um minuto a apontá-la ou a esboçá-la rapidamente num bloco de notas. O mesmo para as reuniões. Os detalhes tendem a dissipar-se da nossa mente muito rapidamente. Além disso, estas pessoas sabem que até o lápis mais desinteressante é melhor do que a mente mais potente.

O seu atual nível de produtividade é o resultado de pequenas ações, decisões e escolhas diárias aparentemente triviais. Cada dia é constituído por centenas desses pequenos compromissos.

Os que se repetem frequentemente são os seus hábitos diários, que à primeira vista até podem parecer inócuos. No entanto, a verdade é que são esses hábitos que moldam o seu estilo de vida, determinam o seu nível de produtividade, influenciam o seu sucesso a longo prazo e, eventualmente, refletem a pessoa que é.

Desenvolva uma boa atitude – com bons hábitos.

 

11.01.2017
Fonte: http://lifestyle.sapo.pt