Resumo

“O que muda com o Acordo Ortográfico?”

Esta é a grande questão que se coloca. De uma forma geral, as mudanças ortográficas compreendem casos de supressão de consoantes mudas, eliminação de alguns acentos gráficos, reformulação do uso do hífen, redução do emprego da inicial maiúscula e introdução de novas letras no alfabeto.

O objetivo da mudança é unificar a ortografia oficial de oito países que tem o português como idioma oficial – Brasil, Portugal, Angola, Moçambique, Cabo-Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe e Timor Leste.
A transição para a nova ortografia pressupõe uma adaptação e uma aplicação progressiva das disposições do novo acordo, competindo ao governo português criar instrumentos e adotar as medidas que assegurem a unidade da língua portuguesa e a sua promoção internacional.

O Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa é um documento assinado entre todos os países de língua oficial portuguesa, que regula e pretende unificar a ortografia da língua portuguesa, passando esta a ser regida por um único documento.Este documento foi assinado a 16 de dezembro de 1990 (daí também ser conhecido por Acordo Ortográfico de 1990), em Lisboa, pela Academia das Ciências de Lisboa, Academia Brasileira de Letras, delegações de Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe e, posteriormente, por Timor-Leste, tendo ainda contado com a adesão da delegação de observadores da Galiza.

Objetivos

Gerais:
No final desta formação os formandos deverão ficar a compreender todas as alterações obrigatórias e facultativas constantes do acordo ortográfico.

Específicos:
Concluída a ação de formação, os formandos serão capazes de:
– Conhecer as motivações linguísticas e políticas do Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa;
– Inventariar as principais consequências e dificuldades sentidas na assinatura do acordo;
– Compreender e aplicar as alterações contantes do acordo ortográfico.

Conteúdos Programáticos

Evolução da ortografia nacional

Países envolvidos

Principais consequências e dificuldades

Alterações
– Regra n.º 1 – alfabeto
– Regra n. 2 – maiúsculas e minúsculas
– Regra n.º 3 – sequências consonânticas
– Regra n.º 4 – hifenização
– Regra n.º 5 – letra h
– Regra n.º 6 – acentuação gráfica
– Regra n.º 7 – translineação

Metodologia

– A formação encontra-se dividida por Unidades num formato cumpridor dos standards internacionais de e-learning;
– A formação tem apoio de um e-formador ao qual poderá colocar as suas questões a qualquer momento;
– O e-aluno poderá aceder aos conteúdos da formação a qualquer hora do dia ou da noite, fins de semana e feriados, em função da sua disponibilidade, tendo apenas como restrição o ter de terminar o curso até ao último dia de formação;
– O e-aluno tem a possibilidade de efetuar o download de alguns materiais de formação para gravar no seu computador ou imprimir.

Destinatários

Este curso destina-se a todos os interessados que pretendam conhecer o Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa e dominar a aplicação das novas regras definidas.

Pré-Requisitos

Esta formação não exige qualquer conhecimento prévio do tema.

Recursos Tecnológicos

– Para frequentar esta formação é necessário ter acesso a um computador com ligação estável à Internet e um browser (programa para navegar na web), como o Chrome, Safari, Firefox ou Internet Explorer.
– Não necessita de instalar quaisquer programas no seu computador para poder aceder à formação.
– Para aceder à plataforma é preciso ter o nome de utilizador e a respetiva senha, criados aquando da realização da inscrição e respetivo pagamento.

No class scheduled yet.